Sobre o Coprófago.

“A haver uma razão crível para a nossa estada terrena, esta poderá prender-se, em grande parte, pela existência de Arte e da efectiva expressão artística; isto é, em termos prazerosos e motivacionais. considerando-nos hedonistas e, até ver, incapazes de renunciar à doutrina enunciada, decidimos proceder à criação de um projecto que afecto fosse à auto-realização nossa.

Somos, se porventura vos interessar saber, três jovens de ainda vinte primaveras inatingidas que, desprovidos de afazeres de interesse maior, se uniram na pretensão de conceber algo social e culturalmente pertinente.”

Por mero saudosismo, ainda não fui capaz de retirar esta descrição do blog. O Coprófago é um projecto que vive, intermitentemente, há algum tempo, desde o agora longínquo ano de 2011. Na altura, dedicávamo-nos à breve opinião e bajulamento de certas obras artísticas que admirássemos, num tom muito loquaz e nem sempre construtivo, e fazíamo-lo amiúde. Contudo, o passar do tempo foi mais forte que a nossa perserverança, e um tão bem-intencionado projecto acabou relegado para um segundo (ou terceiro) plano. Alimentando-se da sua própria coprofagia, o que, convenhamos, é uma forma poética de perecer.

O nosso auto-proclamado hedonismo nunca esmoreceu, embora se admita que houve intervalos de variada intensidade. Por vezes, pareceu possível abdicar da arte e viver em renúncia à sua necessidade. Que loucura!

Sem prazos nem obrigações, o Coprófago continua inabalável na sua identidade, e estendeu a sua influência ao meio radiofónico através de duas horas semanais – A Mosca e a Quintessência – na mui nobre Rádio Universitária do Minho. A Mosca é agora um programa independente, que distribui directamente para podcast, e com emissões, em directo, na rádio online Rádio Lisboa: sexta para sábado, a partir da meia-noite.

O nosso trabalho tem um meio, muito mais importante que o hipotético fim de se tornar “social e culturalmente pertinente”. Até lá, por este lado estarão os três eternos jovens munidos de mais umas primaveras somadas.

Alexandre Pinto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s